RCCRS
Notícias do Movimento
 
 
21
Set
Retiro de Afetividade traz missionários da Canção Nova ao RS
Retiro de Afetividade traz missionários da Canção Nova ao RS



 Acredite no amor, pois o Amor acredita em você e deu a vida por você, e Ele quer consumar isto nos dias 26 e 27 de setembro, no 2º Retiro de Afetividade que ocorrerá na Diocese de Santa Cruz do Sul, na cidade de Lajeado, paróquia Nossa Senhora da Conceição. Neste ano, o encontro tem como tema a frase: Eu acredito no Amor.


Sobre o tema do encontro, Taíssi Alessandra Cardoso, coordenadora do Ministério Jovem da Diocese de Santa Cruz do Sul, explica que esse nome escolhido  é um convite para quem acredita e também para quem anda um pouco desacreditado, pois assim, ”o Senhor quer nos fazer viver uma nova experiência com o Seu Amor, e nos fazer acreditar novamente nessa Verdade.”


De acordo com Taíssi o Retiro tem por objetivo oportunizar que as pessoas possam viver uma experiência de cura e autoconhecimento. “Todos nós temos experiências de desamor e desafeto em nossa história, que muitas vezes, acabam prejudicando nossos relacionamentos, nossa autoimagem e nossa vida”, enfatizou.


 Segundo ela, o retiro surge como um gancho para trabalhar essas feridas de um modo particular, de modo que elas possam ser tratadas particularmente pelo Amor de Deus.


 Para tornar o momento ainda mais especial, neste ano, o Retiro contará com a presença da missionária Fernanda Soares, seu noivo e missionário Guilherme Zapparoli e da missionária Sidna Maria Beserra, ambos da Canção Nova, de Cachoeira Paulista.


 Fernanda Soares não esconde a expectativa ao vir, pela primeira vez fazer missão em terras gaúchas: “A minha expectativa, de meu noivo e da Sidna é muito grande, pois já viajei para muitos estados e países em missão, mas nunca fui para o Rio Grande do Sul, então, existe esse desejo de meu coração de conhecer o jovem do Sul, que jovem é esse?”, questiona alegremente a missionária. E continua: -“Estamos muito felizes e ansiosos, contando os segundo para embarcarmos e viajarmos e poder ministrar esse momento único para nossa missionariedade, e acreditamos que Deus fará uma grande obra, a partir da abertura de coração, de cada jovem e adulto que estará presente neste encontro”, relatou Fernanda.


 Para Taíssi, a expectativa também é grande, pois ela acredita que através deste encontro, Deus venha curar as feridas afetivas de cada pessoa com Seu Amor, “e nos fazer acreditar no Verdadeiro Amor, que vem dEle, e de que Ele venha reescrever nossa história de Amor com Ele”, frisou.


As inscrições poderão ser feitas até o dia 23 de setembro, e custam R$ 50,00, incluindo o alojamento, que será em casas de família. Mais informações acesse: www.rccsantacruzdosul.com.br


 


“O retiro do ano passado foi incrível”




A estudante Juliana Kist participará pela segunda vez do retiro de Afetividade, desta vez à frente da organização do evento. Para ela, o primeiro encontro que participou deixou muitas marcas positivas em sua vida. “O retiro me fez descobrir quem eu sou, minha identidade como mulher, como filha amada e preciosa por Ele, e fez com que eu tivesse como exemplo a pureza e a modéstia de Nossa Senhora, para assim, abrir-me a graça do Senhor, para que Ele pudesse começar e continuar a obra dEle em mim”, recorda Juliana.


Para a estudante, essa será mais uma oportunidade de voltar para Deus toda a sua vida. “Trago muitas expectativas, afinal vamos receber pela primeira vez em nossa diocese o carisma Canção Nova, da qual me cativa e me encanta muito. Deus só espera o nosso sim e os nossos corações abertos para o cumprimento de Suas promessas”.




A importância da Afetividade na vida das pessoas


 


 “O trabalho da afetividade na vida do ser humano é a maneira da qual nós nos relacionamos uns com os outros”, explica Fernanda. Ela explica que na vida do jovem é de suma importância, trabalhar a afetividade, porque ele vem de uma história familiar, na qual, muitas vezes, não teve uma referência positiva de como o pai se relacionava com a mãe, ou seja, a figura masculina com a feminina, e isso faz com que o jovem carregue traumas, inseguranças e medos, que afetam sua maneira de ver as pessoas, o mundo e a vida, afetando assim a maneira de se relacionar.  


 Em um trabalho de afetividade à luz do Evangelho, de acordo com Fernanda, esse jovem tem a oportunidade de se encontrar com sua história, e consigo mesmo, “e assim, de fazer a diferença e entender que ele não é fruto do acaso, e também que ele não é uma consequência de uma história errada, mas que pode escrever sua própria historia, e deixar Deus escrever uma nova história em sua vida, porém isso requer que o jovem diga sim, eu quero uma nova história”.


Taíssi também ressalta da importância de trabalhar a afetividade, e que essa está muito ligada à construção de nossa identidade, e assim, “as feridas de nessa afetividade acabam nos enganando, e muitas vezes, fazendo com que criemos e alimentemos uma identidade e autoimagem falsa, que nos impede de ver aquilo que somos de verdade: filhos amados de Deus.”


E para ajudar o jovem cristão a reconhecer-se filho de Deus, vivendo de forma madura e na santidade a sua vida, Fernanda destaca que é preciso que ele trilhe um caminho de autoconhecimento de sua história, de seus antepassados, para poder entender, o porquê e para quê, de tal comportamento familiar, contexto social e cultural. Após isso inicia a busca de conversão, mudança de mentalidade e atitudes, e a viver a castidade em sua vida, pois ela é uma maneira segura de viver o amor. “A castidade começa no olhar, vai para o pensamento e logo ao coração, então uma pessoa casta é uma pessoa que luta pela pureza desde o olhar até o coração”.


Viver a afetividade e sexualidade na santidade, segundo Fernanda, é viver de acordo com a vontade de Deus, pois, Ele nos criou para a felicidade e nos quer felizes. “Assim, como diz na Palavra de Deus ‘É um projeto de felicidade que tenho para vós e não de tristeza’, então, viver na santidade é buscar uma vida feliz, um Verdadeiro Amor, uma vida plena, que não está isenta de sofrimentos, pois a cruz faz parte do cristianismo, mas apesar disso, eu aprendo com o sofrimento e com a Cruz e eu sou uma pessoa feliz, plena realizada e madura, afetivamente e sexualmente, isso é viver na santidade.”


 Quando falamos em castidade, Fernanda explica que logo se pensa: não pode isso, não pode aquilo. Mas, ela ressalta que muitos se perguntam o que é, de fato, a castidade?! "A castidade é um sim ao Verdadeiro Amor. Toda vez que eu me respeito e respeito o corpo de meu noivo, eu estou dizendo um sim ao Verdadeiro Amor”.


 A castidade, de acordo com Fernanda, é a maneira segura de proteger o relacionamento no namoro e também no casamento, que é vivida de uma forma diferente, pois existe a relação sexual, que exige a fidelidade do cônjuge, que se compromete para sempre com o outro. “Nosso testemunho, é uma maneira de mostrar, incentivar e convencer que é possível viver a beleza da espera, pois estamos esperando um pelo outro, e sabemos que Deus está preparando tudo”.   


 Segundo a missionária, os jovens estão cansados de teoria, pois eles querem ver como é possível viver na vida a castidade – “com nossa história queremos mostrar que sim é possível, e que somos felizes, e não somos os únicos a vivermos isso, pois existem milhares de jovens que vivem um namoro santo, um namoro cristão."


Neste encontro, Fernanda ressalta que os jovens terão a oportunidade de se encontrarem com o Verdadeiro amor, que é Deus, para depois encontrar um amor de verdade. “Se você é solteiro esse encontro é para você, para você entender que esse é um tempo de se preparar, e se cuidar para encontrar o verdadeiro amor. Se você namora esse encontro é para você, para ver onde vocês precisam melhorar e recomeçar, e de fato, construir uma família santa, e se você é casado, esse encontro é para você, para perceber a importância de retomar o primeiro amor. Esse encontro é para você que acredita no Amor, porque o Amor acredita em você", finalizou Fernanda.


 


Fotógrafo: MCS Santa Cruz do Sul

Fonte: Daiana Vieira Lopes

Compartilhe está Notícia
Indique a um amigo
 
 

Copyright © 2014 Renovação Carismática Católica - Rio Grande do Sul.
Todos os direitos reservados.