RCCRS
Notícias do Movimento
 
 
27
Mai
Nossa Vida em Missão trabalha a partilha na unidade
Nossa Vida em Missão trabalha a partilha na unidade

Desde o Encontro Nacional de Formação (ENF) realizado em janeiro, em Aparecida (SP), a RCC de todo o Brasil tem se unido em prol do projeto Nossa Vida em Missão. Este projeto foi concebido com o intuito de dar suporte financeiro aos trabalhos de evangelização desenvolvidos pela RCC em nível nacional, estadual e diocesano. O princípio dele é a partilha.


Com esse novo trabalho de partilha, cada doação recebida pela RCCBRASIL será repartida com os estados de onde essa doação partiu. Quarenta por cento de tudo o que for arrecadado será divido com os estados. Cada estado, por sua vez, tem se prontificado em partilhar um percentual com a diocese. Assim, todos são beneficiados. O objetivo é que todos tenham condições de realizar atividades missionárias, tanto enviando, como acolhendo.


De acordo com Rita de Cássia Albino, gerente-geral do Escritório Nacional da RCCBRASIL, o projeto Nossa Vida em Missão tem o objetivo de levantar fundos para a missão. Mas este não é o único e nem o primeiro objetivo. “Espera-se por meio dele que a unidade da RCC seja fortalecida. Que as pessoas possam trabalhar, cada vez mais, em projetos comuns, somando forças e sustentando o irmão. Formando comunidade”, afirma.


Muitos estados já estão se mobilizando em diversas atividades. Daniele Almeida, que gerencia o projeto dentro do Escritório Nacional, conta que o retorno dos Estados tem sido bastante empolgante. “As pessoas estão abertas a ajudar. Não se trata somente de ajuda financeira. Elas colocaram a vida em missão”, relata. Daniele diz ainda que as pessoas estão realmente enxergando o Nossa Vida em Missão como um projeto de missão e estão envolvendo todo o Grupo de Oração.


Sustentabilidade da missão


Os trabalhos de evangelização sustentados pelo Nossa Vida em Missão são as atividades missionárias que acontecem nos diversos lugares do Brasil. Um dos mais conhecidos são as Casas de Missão, localizadas na Ilha do Marajó (PA) e em Uganda (África). Cerca de 10 missionários, voluntários, doam suas vidas integralmente para anunciar o amor de Deus e lutar para transformar as tristes realidades locais. Todos os custos de moradia, alimentação e deslocamento dos missionários são custeados pelo projeto.


Entretanto, esta não é a única. Muitos missionários são enviados a encontros de formação e querigmáticos por meio das doações recebidas nesse projeto. Os encontros do Conselho Nacional, as atividades do Escritório Nacional e tantas outras são missões são mantidas com essas doações.


Unificação das doações


O surgimento do Nossa Vida em Missão também teve como desejo a unificação de todos os projetos de doação da RCCBRASIL. Os projetos Semeando a Cultura de Pentecostes, que trabalhava com a revista Renovação; o Anjo da Guarda, da Missão Marajó; o Kareebi, da Missão África; as contribuições de Grupo de Oração e de diocese foram todos unificados no Nossa Vida em Missão e passarão a fazer parte de um único banco de dados da RCCBRASIL, facilitando assim o relacionamento das pessoas que estão doando com a RCCBRASIL.


O único projeto que não foi incorporado foi o Semeando a Vida no Espírito, que tem uma finalidade específica e diferente dos outros. Ele recebe doações para a construção da Sede Nacional da RCCBRASIL, que está sendo erguida na cidade de Canas (SP).


Revista Renovação


Outra mudança com a unificação é que, a partir de julho, todas as pessoas que doam para a RCCBRASIL passarão a receber em casa a Revista Renovação. Atualmente ela tem peridiocidade bimestral, mas a meta é torna-la mensal. Para que isso seja alcançado, é preciso a fidelidade de todos. A nossa meta é ter 10 mil colaboradores fiéis.


Os colaboradores da Sede Nacional, também receberão a Revista Renovação a partir de julho.


Para colaborar com o projeto Nossa Vida em Missão clique aqui.


Fonte: RCCBrasil

Compartilhe está Notícia
Indique a um amigo
 
 

Copyright © 2014 Renovação Carismática Católica - Rio Grande do Sul.
Todos os direitos reservados.