RCCRS
Notícias da Igreja
 
 
11
Dez
Peregrinos a caminho da Porta Santa movimentam maior igreja do mundo
Peregrinos a caminho da Porta Santa movimentam maior igreja do mundo

A Praça de São Pedro, no Vaticano, parece respirar ares diferentes. Desde a histórica abertura do Ano Jubilar, no último dia 8, grupos de peregrinos não param de chegar. Alguns seguem o roteiro com a cruz do Jubileu.


Ao passarem pela Porta Santa aberta pelo Papa Francisco, muitos se emocionam, tocam, beijam. Sinais externos que revelam o desejo da alma de tocar a Misericórdia de Deus. Dentro da maior igreja do cristianismo no mundo, os fiéis e peregrinos se encantam com a beleza e as preciosidades da basílica, que revelam a grandeza de um Deus acolhedor.


A equipe do Portal Canção Nova encontrou um grupo de 53 brasileiros que foram a Roma como parte das comemorações dos 25 anos da Obra dos Filhos da Ressurreição. “Está sendo maravilhoso. Já chorei muito, me emocionei muito. Pra nós católicos, renova a nossa fé. Todo mundo tem que vir aqui”, conta a professora de artes Ane Beatriz Reis, de Olinda.


A carioca Cristina Marlene Oliveira, que é agente de viagens, revela a emoção de estar em Roma na abertura do Jubileu. “Eu estou encantada com o que aconteceu aqui. Eu nunca tinha feito uma peregrinação tão bonita, tão significativa quanto esta”. “Foi um momento de muita emoção. De renovação da fé, em que a gente pode trazer no coração não só os familiares, mas todos aqueles que não puderam estar aqui”, conta a professora mineira Denise Nora.


Para o engenheiro José Artur Fagundes Nora, de Belo Horizonte, um dos principais dons recebidos de Deus é o perdão. “A confiança em tudo o que Deus pode gerar neste ano para a gente é cobrir as nossas misérias com amor. E o Santo Padre tem nos ensinado, com o seu jeito de ser, sua humildade e acolhimento, que o perdão faz com que nós coloquemos as pessoas acima das coisas”.


Peregrinação


Como foi o pedido do Papa Francisco, o Ano da Misericórdia deve lembrar que o fiéis estão em caminho, e por isso, antes de passar pela Porta Santa, eles são convidados a realizar uma peregrinação. O vice-presidente da Opera Romana Pellegrinaggi, órgão responsável pelas peregrinações em Roma, Dom Libério Andreata, enfatizou a importância que este caminho de fé seja feito antes de travessar a Porta Santa.


“Se o peregrino apenas passar pela Porta Santa e depois voltar para casa, corre o risco de não fazer uma experiência de descoberta, de conversão, porque caminhar aqui em Roma é redescobrir a história da própria fé. E tendo feito este percurso, ao chegar em casa, ele terá lembranças reais, não de momentos, mas de experiências com Deus”.


Para realizar a peregrinação às basílicas de Roma é preciso fazer uma inscrição prévia no site oficial do jubileu (im.va), para retirar o ingresso, que é totalmente gratuito. Como está sendo feito nas principais Igrejas de peregrinação em Roma, um esquema de segurança foi montado na entrada da Basílica de São Pedro, com revista e detector de metais.


Fonte: Canção Nova

Compartilhe está Notícia
Indique a um amigo
 
 

Copyright © 2014 Renovação Carismática Católica - Rio Grande do Sul.
Todos os direitos reservados.